Histórico da Organização

Fundada em 1995 para desenvolvimento do Projeto Refeitório Assistencial (servindo almoço aos domingos a população necessitada), em maio de 2004 seus serviços foram ampliados com a implantação do Projeto Mostrando Caminhos com aulas de Taekwondo para 8 (oito) alunos, com o passar do tempo outras atividades foram agregadas  ao Projeto atividades essas esportivas, culturais e sociais e hoje atendemos aproximadamente 200 crianças e adolescentes. A entidade desenvolveu Projetos como Esporte Social e Ponto de Cultura (através de seleção realizada pelo Estado de São Paulo através da Secretaria de Estado da Cultura).

O nome da Instituição foi uma homenagem a família do senhor Ezequiel Soares de Carvalho, esposo da doadora do Imóvel senhora Isaura Custodio de Carvalho e seus filhos Olavio Soares de Carvalho, Alzira de Carvalho Freitas, Oswaldo Soares de Carvalho, Manoel Soares de Carvalho, Miltes Aparecida de Carvalho Bonna, Nilço Soares de Carvalho, Otávio Soares de Carvalho e Nelson Soares de Carvalho.

A entidade oferece a comunidade de Santa Adélia há 14 anos atividades e ações com crianças e adolescentes, sempre em parceria com as escolas, e procurando fortalecer o trabalho em rede em prol da uma proteção integral.

Reconhecida pelo Poder Público pelos serviços prestados e a comunidade de um modo geral. 

O nome MOSTRANDO CAMINHOS

O nome do projeto MOSTRANDO CAMINHOS foi escolhido por acreditarmos que mostrar caminhos é mais que ensinar, é fazer a promoção da cidadania de crianças e adolescentes. O projeto procura leva-los a construção de sua própria história de vida com dignidade.

PÚBLICO ALVO

O trabalho desenvolvido pela Instituição de Assistência Social Ezequiel é destinado às crianças e adolescentes do município de Santa Adélia, prioritariamente aos pertencentes às famílias de baixa renda.

Para se ter uma ideia, Santa Adélia possui uma população de 15.800 habitantes, sendo a população infanto-juvenil de 2000 habitantes. Desse total atendemos cerca de 10%.

Justificativa

Diante do conhecimento do perfil da população infanto-juvenil e as problemáticas que as cercam, os conflitos e situações que levam a vulnerabilidade social e pessoal, procuramos a articulação com diversos setores sociais para uma estruturação no município de atividades de conscientização e comprometimento com a prevenção para redução da vulnerabilidade, levando a formação de cidadãos em bases democráticas e de respeito aos valores sociais e coletivos;

Damos ainda aos jovens uma visão de como ver, viver e conviver e como consequência o que temos é um benefício à sociedade.

Amigos Voluntários
Pamela